Virada de ano especial- parte 1

      Hoje é o ultimo dia do ano e dona Leandra foi para ser mirante preferido, observar a queima de fogos da cidade; sente a cada passo o peso da tristeza, aquilo se transformou em uma viagem estressante. Porém, necessária, essa pequena caminhada traria com resultado lembranças que a fariam ficar mais perto do seu falecido marido.
            O marido de Leandra morreu em um acidente de carro na véspera do ano novo anterior, seu corpo foi completamente carbonizado apenas conseguindo identifica-ló através da aliança personalizada. Esse objeto seria suficiente para trazer lembranças e veria o Réveillon pela televisão, mas seria talvez deprimente ficar em casa o tempo todo.
            Lembra durante a caminhada que no ano que vem, fará 60 anos dos quais passou 40 ao lado de Oswaldo, o falecido. A sua morte repentina foi como se ele saísse na melhor parte da festa sendo essa festa pra ele, ou seja, não havia mais alegria para ninguém da família. É claro que em seu casamento houve momentos de altos e baixos, discussões que sempre terminaram em reconciliações.
            No mirante, visa a um feliz ano novo ao marido e também a uma bela queima de fogos. Não ficaria ali por mais tempo, sensações misturadas tornam a tristeza mais pesada. Ela decide descer do mirante, antes que outras pessoas cheguem e observem a sua tristeza. No caminho vê um casal se aproximando, certamente pra ver a queima, o local era favorito dos apaixonados. Abraçados, mostravam uma união invejável e somente isso, pois a pequena ladeira que leva ao mirante é mal iluminada, assim não se reconhece expressões faciais, mesmo sendo de um parente ou conhecido.

CONTINUA...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você não escreve, não sei sobre você, escreva!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...